Bingo do palestrante

Você já teve a experiência de assistir a
uma apresentação ruim?

A sensação é de que faltou alguma coisa, não é mesmo? Parece que você se inscreveu para uma refeição gourmet, mas acabou comendo fast food.

Bom, não podemos impedir que isso aconteça de novo, mas agora você e seus amigos podem se divertir ao identificar um palestrante charlatão e/ou mal preparado.

Isso porque chegou o Bingo do Palestrante! Para jogar, basta clicar aqui para baixar e imprimir as cartelas, distribuir entre seus amigos e partir para a pior palestra que vocês encontrarem. Ganha quem marcar toda a cartela com os “pecados” do palestrante.

Veja quais são eles, além de dicas para os palestrantes que quiserem melhorar seu desempenho:

 

“Gostaria de me apresentar…”

Uma boa apresentação precisa prender a atenção do público. Ao começar falando de si e de sua trajetória profissional, o palestrante arrisca alienar a audiência. Ao invés disso, “dilua” suas conquistas ao longo da palestra, gradativamente.

“Para isso, você tem que comprar meu livro/curso/palestra avançada…”

Uma boa palestra oferece conhecimento útil ao público. Se o palestrante usa o tempo que tem como um comercial, ele está sendo no mínimo deselegante. Se o seu conteúdo for atraente, o público vai se interessar e querer mais. Deixe para fazer as vendas após a apresentação.

Slides com texto demais

O slide de PowerPoint, Keynote ou outras plataformas, serve apenas como apoio visual. Encher a tela de texto vai fazer com que o público desvie a atenção para ler. Ao voltar para o palestrante, já perderam parte do conteúdo.

Palestrante fica balançando de um lado para o outro

Evite o movimento de “pêndulo” ao falar. Isso acaba chamando a atenção da audiência, que se distrai com palestrante em si e não se concentra no conteúdo.

“Não tive tempo de preparar muita coisa…”

Não peça desculpas nem deprecie sua palestra. Seu dever é apresentar a mensagem mais útil e completa possível, nas condições que tinha. E nem sempre o que é “ruim” para você também será para a audiência. O que é apenas superficial para um especialista pode ser uma revelação para um público leigo. Então dê valor à sua mensagem, mesmo que a preparação não tenha sido ideal.

Palestrante fala rápido ou lento demais

Cada pessoa tem um ritmo diferente, mas quando a fala é muito rápida ou muito lenta, você há o risco de deixar a palestra confusa ou monótona. Pratique com alguém que você conheça e peça um feedback sincero.

Marque se ouvir mais de 5 destes: “Né?” “Entendeu?” “Hummm” “Ok?” etc.

Os chamados vícios de linguagem não precisam ser completamente evitados, mas quando o apresentador repete algum deles excessivamente, o público acaba contando os “deslizes” ao invés de prestar atenção no conteúdo.

Palestrante fala em um tom monótono, como um robô

Variações de tom, ênfase nas palavras mais importantes e alterações de ritmo são importantes para deixar sua palestra mais atraente.

O conteúdo é muito técnico

Jargão específico da área do palestrante, frases longas e difíceis de entender, gráficos e diagramas complicados, palavras antiquadas etc. Ao invés disso, inspire-se nas TED Talks, que apresentam informações complexas de maneira simples.

Slides mais feios que filme de terror

Estética não é o mais importante, mas mostrar slides feios é como aparecer malvestido na palestra.

Piada ruim ou qualquer tentativa frustrada de fazer humor

Algumas pessoas têm o dom do humor. Outras nem tanto. Se você está no segundo grupo, não force.

Palestrante só fala de si ao invés de transmitir conhecimento útil

O público não quer saber de você e sim das lições que você pode oferecer. Nunca confunda essas coisas.

Mostrou vídeo de mais de 5 minutos

Sua palestra não é uma sessão de cinema. Vídeos são bem-vindos, mas evite exibições longas que possam entediar ou tirar o foco do público em você.

Palestrante leu direto do slide

Um desrespeito com o público e clara demonstração de falta de preparo.

Palestrante ficou o tempo todo escondido atrás de um pódio

Estamos em pleno século 21 e uma palestra não precisa mais ser tão formal. Além disso, colocar um pódio entre o apresentador e o público atrapalha a conexão entre eles. Mesmo que o pódio seja uma parte obrigatória do ambiente ou que você se sinta mais protegido atrás dele, saia de vez em quando e se mostre.

Palestrante apenas leu um discurso

Não seria melhor então enviar o texto por e-mail? Uma apresentação ao vivo funciona por causa da conexão que se forma entre palestrante e público. Apenas ler remove o vínculo com o público e pode gerar sensações negativas.

Palestrante não olhou nos olhos da plateia

E falando em conexão com o público, “corra” os olhos pela plateia, fazendo contato ocular com algumas pessoas. Isso ajuda a criar empatia.

 

Além dessas dicas, há muitos outros detalhes que fazem uma boa palestra. Mas com preparação e um pouco de bom humor, qualquer pessoa é capaz de encantar o público.

Então tenha tudo isso em menta ao criar sua apresentação e aproveite o jogo! Só não grite “bingo!” no meio da palestra de alguém.

Leave a Reply 0 comments

Leave a Reply: