fbpx

Networking: Não existe milagre quando o básico não é praticado

Dois cenários: No primeiro estou em um evento de Networking e no segundo estou na academia do meu prédio. Em qual desses cenários você acredita que foi possível atrair mais clientes para o meu negócio?

Se você respondeu que foi o segundo, você já entendeu que eventos de Networking não garantem a ampliação da rede de contatos. Apenas trocar cartões não significa que as pessoas se interessarão por você ou por seu produto/serviço.

Mais do que um ambiente que estimule a interação entre as pessoas, precisamos de pessoas que estejam dispostas a conhecer o outro (que nesse caso é alguém desconhecido).

A melhor técnica é uma boa educação

Eu posso afirmar que apenas esse ano, meu marido e eu, faturamos mais de R$20.000,00 em contratos que se iniciaram em um papo de academia ou no “pós treino” da corrida (fazemos parte de uma assessoria esportiva). Sabe qual foi a técnica que usamos?! Nenhuma. Nós apenas FOMOS quem sempre somos (ou buscamos ser): pessoas educadas, simpáticas e interessadas.

Confesso que nem sempre fui assim. Antes de conhecer o Pedro (meu marido), eu era uma pessoa mais fechada e nunca puxava assunto com nenhum desconhecido (ou seja, perdia muitas oportunidades), mas convivendo com ele (que é especialista no assunto) aprendi 3 regras básicas (eu modelei* o que ele fazia):

1 – Sorria: O sorriso abre portas e amolece corações. (Você sabia que as crianças riem uma média de 400 vezes por dia, enquanto um adulto, ri, em média, apenas 15 vezes?)

2 –”Bom Dia/Boa Tarde/Boa Noite”: Não é só falar por falar, é desejar com sinceridade e principalmente de forma que o outro escute (tem gente que fala pra dentro).

3 – Tenha o mínimo de interesse pelo outro: claro que nesse ponto você vai precisar perceber os sinais. Usando o mesmo ambiente da academia, se a pessoa está com fones de ouvido e não respondeu ao seu “Bom dia”, ela com certeza não quer papo.

Por outro lado, se a pessoa também é simpática com você e faz comentários sobre algum assunto atual (que seja um “Tá calor hoje, né?!”), isso já é indício que você pode ser mais ativo na interação.

Vale perguntar qual a profissão dela, quais são os desafios que ela enfrenta na vida profissional, etc. Tente encontrar algum ponto de sinergia entre vocês. Claro que temos que ser respeitosos (não confunda simpatia com “dar mole”) e precisamos ter bom senso (fazer perguntas mais genéricas no começo).

Aumentar networking demanda paciência

Lembre-se que tudo requer tempo e paciência, por isso vá com calma e seja natural. Com o tempo os laços vão se estreitando e quando você menos perceber já terá estabelecido uma rede nova de contatos.

Não force relacionamentos sem sentido e sem interesse, pois isso só irá criar uma rede de contatos fraca e nada útil.

O que eu quero dizer é que, muitas pessoas perdem tempo e dinheiro investindo em reuniões, cursos e eventos com o objetivo de conhecer novas pessoas, quando o que falta mesmo é ter mais simpatia e educação nos relacionamentos. Concordam?

Eu lhe desejo sucesso e uma rede de contatos com muitas possibilidades! Até mais!

*Modelagem significa que você deve encontrar alguém que já está obtendo os resultados que você deseja em alguma área, aprender o que essa pessoa fez para conseguir esses resultados, e basicamente fazer a mesma coisa

Gostou desse texto, e quer receber mais conteúdos de comunicação? Então assine a nossa newsletter. Se tiver alguma dúvida, deixe para a gente nos comentários!

 

Leave a Reply 0 comments

Leave a Reply: